segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Nova volta

A minha vida voltou a dar uma volta de180º. Lembram-se daquele concurso em Novembro, onde eu queria muito ficar e, efectivamente, fiquei? Pois, despedi-me na 4ª feira. Tem sido uma confusão que vocês não imaginam. Saí do trabalho a chorar na 4ª e já ando a sofrer há dois meses por causa disto, por isso vim-me embora. É sempre assim na minha vida. Depois de andar às voltas com as coisas, de levar nas trombas dos outros, há um dia em que dou o grito do Ipiranga e bazo!
Relembro que este era um dos trabalhos que tinha, pois tenho outro por conta própria, não vou ficar propriamente "na mão". Mas vais ser complicado e duro... Mas eu tenho é que ser feliz!
Foi mal tratada e humilhada em público, não tinha as mínimas condições de trabalho... que se Ph*d@m todos!
Vocês apoiam-me, certo? É o que interessa!

5 comentários:

  1. Olá Narcisa! Acredito que tenha sido um pouco frustrante porque hoje em dia é difícil arranjar trabalho. Contudo, quando somos tratadas da maneira como descreveste, o melhor mesmo é demitir porque nós somos seres humanos e não brinquedos. Uma porta fechou-se mas vais ver que outras vão abrir-se!

    ResponderEliminar
  2. completamente! também dei o grito em Dezembro quando falei que as coisas estavam mal só que aqui são 2 sócios e 1 gerente e quem me trata mal é o gerente porque implica com tudo,estamos num escritorio e to quase smp de luz apagada para não gastar estamos gelados porque não se liga aquecimento, é só fazer horas e pagar não pagam etc etc, mas tudo isto vem do gerente e não dos donos, e também +em me demiti mas os patrões não aceitaram a demissão e como infelizmente não tenho outro trabalho aguentei mas não sei até quando, só querem ser respeitados e eles tratam-nos como lixo.
    bjs e força ai nesta nova etapa.

    ResponderEliminar
  3. Certo =) Está dificil arranjar emprogo, mas mais tarde ou mais cedo aparece... Ser maltratada é que não!
    Beijinhos e força

    ResponderEliminar
  4. claro que sim mas imagino como vai ficar dificil... infelizmente do jeito que está o mercado de trablho o empregado tem que comer e calar... o patrão tem todos os direitos e nenhum dever ou quase nenhum... se tivermos a sorte de encontrar algo que nos preencha as medidas na medida do possivel (claro que não há trabalhos perfeitos) devemos nos agarrar de unhas e dentes. Eu felizmente tenho um trabalho seguro e que gosto, mas já o amrido não tem nada... enfim é uma luta diária é só o que posso dizer...
    que tudo se resolva pelo melhor :) beijocas*

    ResponderEliminar
  5. Estamos em situação complicada mas também não tens que andar a ser humilhada e muito menos passar por isso para ter meia duzia de euros no final do mes... eu também sou assim... até a ver nunca me arrependi de o ter feito... Melhores fases virão!

    Se quiseres ganhar uns trocos avisa que eu conto-te sobre o meu partime. bjs

    ResponderEliminar

Narcisa-me ;)