quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Sinceramente, não sei...

Foi o que acabei de ouvir na televisão. E é parecido com o que sinto. Ontem apercebi-me de que me livrei de tantas coisas más na minha vida e fui tão forte! Agora, por vezes, esqueço o valor que tenho, o que já consegui fazer na minha vida. Escondo-me atrás da obsessão pela comida, para não pensar no que dói. Por que dói não ter um filho, dói sentir que sou uma mulher incompleta, dói achar que tenho algo a menos do que as outras mulheres... mas sei que não tenho. Ouço sempre a minha psicanalista a dizer-me isso... eu não tenho culpa, eu sei, mas...
Falta-me um pedaço, compreendem? E já faltava mesmo antes da infertilidade, sempre faltou e, agora "materializou-se" nesta incapacidade de ter um bebé a crescer dentro de mim. Qualquer dia conto a história (continuo sem me apetecer).
Bem, esta semana não fiz nada do que previ. Andei a tomar doses industriais de progesterona, depois de ter andado a tomar doses igualmente gigantescas de estrogénio. Já imaginam como estou, certo? A minha cara parece que vai explodir de tão REDONDA! Sinto-me pesada, cansada e inchada. Mas sei que vai passar. Tenho que esperar o período, para ver se isto regulariza, mas se não chegar até amanhã, lá vou eu para a ecografia e talvez mais progesterona... enfim: "Óh cabronázio de Mr. Red, vê lá se mostras a cara, que eu não aguento mais!"
Bem, a dieta não existiu, o exercício também não, nem a água, nem o emprego... Lá vou eu para o subídio de desemprego... Desanimador...
Mas tenho que encontrar as tais forças que fizeram com que já tivesse sido tão forte no passado e cuidar de mim.
Os meus desejos são:
- Deixar crescer o cabelo;
- Tratar da acne;
- Emagrecer.
Para quem acha que o meu peso é baixo, meço apenas 1,58m. Estou quase na berma do excesso de peso e não quero lá chegar. Toda a vida pesei 50 kg e sou bastante atlética, não sou molinha, nem esquelética, estou no meio. E com 10 kg a mais, bem... estou tipo balãozinho inchado. E imaginem os comentários das pessoas: " Então, estás grá!!!!" Que FDP! Não, não estou, ESTOU GORDA E NÃO POSSO TER FILHOS!

1 comentário:

  1. Querida, fique calma, tudo vai se resolver. Não se abale com isso e muita força para conseguir realizar seus desejos. Estou contigo sempre s2 beijos

    ResponderEliminar

Narcisa-me ;)